MESCTI avalia infra-estruturas da Escola Superior Pedagógica do Bengo

Post date:

Author:

Category:

No dia 06 de Fevereiro, a equipe de Fiscalização e Supervisão do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) dirigiu-se à cidade de Caxito, na província do Bengo, para realizar uma avaliação detalhada das instalações da Escola Superior Pedagógica do Bengo (ESPB).

Conforme estabelecido pelo Decreto Presidencial nº 273/20 de 21 de Outubro, que regula o Regime Jurídico da Formação Inicial de Educadores de Infância, Professores do Ensino Primário e Professores do Ensino Secundário, a equipe técnica liderada pelo Secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Alves da Silva, iniciou suas actividades com um encontro preliminar com a direcção da instituição.

Durante esta reunião, os processos de admissão dos estudantes e o perfil académico do corpo docente foram minuciosamente examinados, visto serem fundamentais para assegurar a qualidade da formação oferecida pela instituição. O Secretário de Estado elogiou o elevado nível de qualificação do corpo docente, composto por 14 doutores, 38 mestres e licenciados em formação contínua.

Contudo, foi identificado um ponto crítico: as infra-estruturas da ESPB não estão em condições adequadas para proporcionar uma formação de excelência. Tanto o Secretário de Estado quanto a directora da ESPB, Teresa Manuela José da Costa, concordaram que melhorias significativas são necessárias para elevar a dignidade da instituição e proporcionar um ambiente propício ao ensino e aprendizagem de qualidade.

Como resposta a esta necessidade urgente, o MESCTI está a trabalhar activamente para incluir a ESPB no plano de construção de infra-estruturas para o ensino superior público em Angola. Esta medida visa não apenas elevar os padrões de qualidade das instalações, mas também garantir que os alunos e professores tenham um ambiente adequado para alcançar todo o seu potencial académico.

A Escola Superior Pedagógica do Bengo (ESPB), estabelecida durante as reformas do ensino superior ocorridas nos anos de 2008 e 2009, desempenha um papel fundamental na formação de educadores em Angola, e é crucial que as condições físicas estejam à altura da qualidade do ensino que ela oferece.

FONTE: MESTI

STAY CONNECTED

0FansLike
3,888FollowersFollow
0SubscribersSubscribe

INSTAGRAM

Ir para a barra de ferramentas