Início Artigos Racismo e xenofobia são ameaça à saúde de milhões de pessoas

Racismo e xenofobia são ameaça à saúde de milhões de pessoas

39
0

Na Inglaterra, negros e asiáticos precisam esperar mais do que brancos para serem diagnosticados com seis dos sete tipos de câncer. Só porque não são brancos.

Ninguém precisa dizer a você que o racismo existe em todo o mundo. No entanto, uma revisão global incluindo uma série de estudos, publicada pela revista Lancet, vai ainda mais longe: aponta que os formuladores de políticas públicas e os próprios médicos negligenciaram os “efeitos fundamentais” do racismo e da xenofobia na qualidade e na velocidade do tratamento para indivíduos em países, o planeta.

“Até que o racismo e a xenofobia sejam amplamente reconhecidos como importantes determinantes da saúde, as causas profundas da discriminação permanecerão nas sombras e continuarão a causar e exacerbar as desigualdades na saúde”, disse Delan Devakumar, da University College London, principal autor da revisão.

Pior, ao longo da história, a medicina ajudou a moldar a categorização das pessoas, levando à hierarquia social moderna.

Na série Lancet, os autores também descrevem como a medicina moldou e apoiou historicamente a categorização de pessoas que levou às hierarquias sociais modernas. As minorias estão em desvantagem em uma ampla gama de problemas de saúde – de câncer a doenças cardiovasculares e Covid-19. Sim, a etnia e a cor da pele são fatores de risco para a saúde de um indivíduo.

“O racismo é um problema de saúde”, disse Richard Horton, editor-chefe do Lancet. “Nossas sociedades estruturalmente racistas são perigosas para muitas comunidades, famílias e indivíduos”.

Triste mas verdadeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here