Início Investigação Comunicação científica: Como explicar a Ciência ao leigo

Comunicação científica: Como explicar a Ciência ao leigo

95
0

Para muitas pessoas, a ciência é algo abstrato, fora de seu domínio de compreensão. Como tal, é difícil comunicar a ciência ao público em geral. Existem muitos obstáculos enfrentados pelos cientistas ao tentar alcançar o público e explicar as maravilhas da ciência. Os cientistas enfrentam muitas críticas ao tentar explicar seu trabalho; isso torna difícil para eles passar a mensagem.

Para escrever um artigo de comunicação científica bem-sucedido, você deve abordar as questões enfrentadas pelos cientistas na comunicação com o público.

É importante abordar a relação entre ciência e sociedade ao escrever um artigo de comunicação científica. As pessoas tendem a entender mal a ciência quando apresentada de forma abstrata. Mesmo pessoas com formação científica podem não entender conceitos como engenharia genética, programação de computadores ou análise de dados. Ao explicar seu trabalho em detalhes, você pode ajudar as pessoas a entender seu trabalho e absorver as informações necessárias para tomar decisões informadas. Muitos cientistas escrevem livros ou dão palestras sobre seus trabalhos para explicar suas pesquisas ao público em geral. Esta é uma excelente maneira de alcançar pessoas com novas ideias e ajudá-las a entender como seu trabalho pode mudar o mundo.

É crucial que você comunique suas ideias de maneira eficaz ao escrever um artigo de divulgação científica. Muitos cientistas falham nisso devido à falta de habilidades de escrita. Sua primeira tarefa é identificar o público que você deseja abordar. Em seguida, você deve encontrar uma maneira de conectar efetivamente suas ideias aos conhecimentos e interesses existentes de seu público. Dessa forma, você pode fisgar seu público e mantê-lo interessado no que você tem a dizer. Você também deve evitar escrever sobre tópicos irrelevantes ou maçantes para seu público-alvo. Em vez disso, encontre tópicos que interessem ao seu público-alvo e apresente suas ideias sobre eles de maneira envolvente. Você deve complementar suas ideias com referências de fontes confiáveis ​​para que seus leitores saibam que você conduziu a devida diligência para determinar o que é fato e o que é ficção em sua área de assunto.

Comunicação científica: Como explicar a Ciência ao leigo
Comunicação científica: Como explicar a Ciência ao leigo

Muitos autores são vítimas do ‘efeito de euforia da observação’ enquanto escrevendo seus artigos – esse fenômeno faz com que as pessoas pensem que produziram pensamentos originais quando na verdade não incorporaram nada de novo em seus artigos. Isso inclui a aplicação da terminologia de outros artigos, bem como o uso de trabalhos de outros autores como fonte de material para algumas de suas ideias. Eles também tendem a repetir pontos feitos em fontes anteriores como forma de reforçar sua compreensão de um determinado tópico ou ideia. Além disso, muitos autores são vítimas de ‘falácias lógicas’ como ‘reductio ad absurdum’, onde argumentam que algo negativo acontece se algo positivo acontece – isso tende a não cair bem com o público científico, que é muito mais apto do que outros em detectar falácias lógicas em outros escritos.

Como visto nas sugestões acima, transmitir informações científicas complexas requer esforço e comprometimento por parte do autor. Exige muito trabalho e dedicação deles se quiserem que suas ideias sejam compreensíveis para o público em geral. No entanto, esta é uma das melhores maneiras pelas quais os cientistas podem contribuir para a sociedade – ao compartilhar seus conhecimentos com outras pessoas, eles ajudam a moldar o futuro da humanidade na Terra.