O serviço Conecta Angola foi expandido para atender sete novas localidades: Madimba (Zaire), Marimba (Malanje), Qurimbo (Cuanza Sul), Grutas do Zenzo (Uíge), Cerca (Cuanza Norte), Bulatumba (Bengo) e Oncucua (Cunene). Este avanço foi anunciado pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, durante a abertura da 4ª edição do Fórum Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação de Angola (ANGOTIC).

Com essa expansão, o serviço Conecta Angola, que utiliza o satélite Angosat-2, agora está presente em várias regiões, incluindo as províncias do Bié, Lunda Norte, Lunda Sul, Cuando Cubango e Moxico. A iniciativa visa melhorar a conectividade e inclusão digital no país.

O anúncio foi feito pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, durante a abertura da 4ª edição do Fórum Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação de Angola (ANGOTIC), que ocorre em Luanda de 13 a 15 de Junho. O evento, promovido pelo Governo de Angola através do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, busca fomentar discussões sobre temas atuais e futuros relacionados às TIC, facilitar a troca de conhecimentos e networking entre entidades governamentais, expositores e especialistas, além de apresentar inovações e tendências tecnológicas.

A expansão do Conecta Angola é um passo importante para aumentar a conectividade em áreas anteriormente desprovidas de serviços de internet, demonstrando o compromisso do governo em promover o desenvolvimento digital em todo o território nacional.

O ANGOTIC, realizado em Luanda de 13 a 15 de Junho, é um evento crucial para o sector de tecnologias de informação e comunicação em Angola. Promovido pelo Governo de Angola através do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, o fórum visa promover discussões sobre temas contemporâneos e futuros das TIC, facilitar a troca de conhecimentos e networking entre entidades governamentais, expositores e especialistas, além de apresentar inovações e tendências tecnológicas. Este evento não só fortalece a infraestrutura tecnológica do país, mas também impulsiona o desenvolvimento econômico e social, posicionando Angola como um importante hub tecnológico na região.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here