Início Ensino Superior TERESA MATOSO VENCE PRÉMIO INTERNACIONAL DE PESQUISA QUÍMICA E DESENVOLVIMENTO DE ANTIBIÓTICOS

TERESA MATOSO VENCE PRÉMIO INTERNACIONAL DE PESQUISA QUÍMICA E DESENVOLVIMENTO DE ANTIBIÓTICOS

107
0

Teresa Matoso Victor,pesquisadora angolana é a venpesquisadora angolanacedora do Prémio Internacional pela melhor pesquisa química e desenvolvimento de antibióticos. Formada pela Universidade de Newcastle, Teresa Matoso Victor estudou e utilizou como organismo, o potencial de intensificação do processo na produção de antibióticos, usando crescimento de fase sólida.

TERESA MATOSO VENCE PRÉMIO INTERNACIONAL DE PESQUISA QUÍMICA E DESENVOLVIMENTO DE ANTIBIÓTICOS
TERESA MATOSO VENCE PRÉMIO INTERNACIONAL DE PESQUISA QUÍMICA E DESENVOLVIMENTO DE ANTIBIÓTICOS

A vencedora disse que este Prémio representa um significado especial, pelo sentido inovador da pesquisa do antibiótico ser apresentado de forma sólida. Segundo a especialista em química, que está à caminho de Nova Deli, na Índia, a premiação a ser entregue pelo Instituto Internacional de Pesquisa, é fruto da sua tese de doutoramento e do artigo publicado em Jornais internacionais.

E o Diretor-geral do ISPTEC, Marcílio dos Santos, afirmou que as ideias de investigação científica trazidas pela investigadora angolana, Teresa Matoso Victor, vem mostrar as potencialidades do Instituto Superior Politécnico de Tecnologia e Ciência.

Breve Biografia Científica da Dra. Teresa Matoso Manguangua Victor
A Dra. Teresa Matoso Manguangua Victor, é licenciada em Química com especialização em (Engenharia Química), pela Universidade da Northumbria em 2001.
Em 2003 á 2004 concluiu o Mestrado em Engenharia Química sustentável, na Universidade de Newcastle Upon Tyne.

Pela mesma instituição gradua-se em 2009, como PhD em Engenharia Química.

No período compreendido entre os anos 2005 à 2008, esteve engajada, como estudante – doutoranda, num projecto de pesquisa e desenvolvimento, na intensificação de produção de antibióticos, usando polímeros micro-porosos. Tratou-se dum projecto multidisciplinar, que envolvia áreas de
Engenharia Quimica, Polimerização, Ciências dos Materiais, Microbiologia Biológica Molecular e Bioinformática entre outras. Esta formação foi supervisionada pelos Professores Emeritus Drs. Alan Ward (Microbiólogo e Bioinformático) e Galip Akay (Engenheiro Quimico).

Dessa trajetória académica resulta a criação e invenção da sua parte de um material inerte microporoso, com alta hierarquia estruturada dos poros, elastómera com elevada permeabilidade, e a capacidade de absorção de líquidos, gases e nano partículas.
Desse mesmo material inerte, extrairam-se duas patentes. A primeira, em que o material em geral, serve para várias aplicações, incluindo a nível da saúde e na separação de partículas em caso de derrame de petróleo bruto e, mitigação dos seus efeitos no meio ambiente. Esta tecnologia tem ainda utilidade, na imobilização de microrganismos para produção de antibióticos, proteínas e de enzimas, Engenheira de tecidos, limpezas de gases separação de líquidos.
A segunda patente; o material Sintético Rizosfera Simulada daí resultante, foi direcionado para uso na área da agricultura e no melhoramento qualitativo de solos, rios e lagos poluídos.

Ainda no quinquénio 2009 – 2014, trabalhou, na Escola de Engenharia Química e Materiais Avençados, na Universidade de Newcastle Upon Tyne como Pesquisadora Associada, num projecto financiado pela União Europeia (CoPIRIDE and PolyCAT).

De 2014 á 2019, foi convidada pela Startup Nutriss LDA, uma multinacional incubada na Universidade de Newcastle Upon Tyne, com objectivo de explorar as propriedades intelectuais da Universidade, com a função de Process Development Engineer.

Desde 2019 data do seu regresso a Angola tem colaborado com várias instituições académicas sendo presentemente docente Sénior em Engenharia Química no ISPTEC de Luanda nas Disciplinas de :
Introdução a Engenharia Química, Cálculo de Reactores e Engenharia de Processos

Este ano vê, finalmente reconhecido todo seu mérito e prestígio académico; dum percurso que certamente ainda lhe reserva muitas outras agradáveis surpresas, com a outorga do honroso PRÊMIO INTERNACIONAL DE MELHOR PESQUISADOR ” no seu campo de estudo, atribuído pela;
International Science & Technology Awards e Congresso (IISTAC-2022) em associação com Conselho Mundial de Pesquisa Científicas

Este evento é patrocinado e organizado pela ISSN International Research Awards 2022

No convite em que lhe dá conta da sua premiação esse organismo internacional referiu que:

O (IISTAC-2022) tem orgulho de escolher você pela pesquisa ” Produção e avaliação de dois antibióticos de Streptomyces coelicolor A3(2), prodigiosina e actinorhodina sob fermentação de estado sólido, utilizando cultura micro-porosa ” sob o título, ” PRÊMIO INTERNACIONAL DE MELHOR PESQUISADOR ” em seu campo de estudo.

A cerimônia oficial de entrega do referido galardão terá lugar no próximo dia 14 de agosto, do corrente ano, no Grandeur Hall, Breeze Residency, Tiruchirappalli, Tamil Nadu, Índia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui