Início Ensino Superior Morreu Emanuel Carneiro, fundador do CIS

Morreu Emanuel Carneiro, fundador do CIS

79
0

Morreu na terça-feira em Lisboa vítima de doença, Emanuel Carneiro, fundador e primeiro Director Geral do Instituto Superior de Ciências Sociais e Relacões Internacionais- CIS.

Emanuel Carneiro será homenageado dia 18 no CIS
Emanuel Carneiro será homenageado dia 18 no CIS

Conforme uma nota fúnebre da embaixada de Angola em Portugal publicada nesta quarta-feira, a aquela instituição, expressa “consternação e dor pela irreparável perda”.

“Foi com grande sentimento de pesar que tomei conhecimento do falecimento, por doença, de vosso esposo, o Dr. Emanuel Moreira Carneiro, ilustre ex-membro do Governo angolano, no qual desempenhou vários cargos e destacado docente universitário”, escreveu o embaixador de Angola, Carlos Alberto Fonseca, na nota disponível no site da embaixada.

“Neste momento de consternação e dor pela irreparável perda, recordamos a sua notável e gratificante dedicação à vida académica e o seu desempenho reconhecido, ao serviço do Estado angolano, marcando com o seu contributo o desenrolar da história económica do país”, acrescentou o embaixador.

O Bureau Político do Comité Central do (MPLA) afirmou que “a morte do camarada Emanuel Moreira Carneiro constitui a perda de uma eminente figura e, pelo infortúnio, inclina-se perante a memória do malogrado, endereçando à família enlutada as mais sentidas condolências”.

O Instituto Supetior de Ciências Sociais e Relações Internacionais, instituição fundada e dirigido por Emanuel Carneiro, lamenta a perda irreparável do fundador daquela instituição de ensino superior e, marcou uma cerimónia de homenagem, marcada para sexta-feira dia 18 de Fevereiro às 9h00, no auditório da instituição.

Além de outras formações, Emanuel Moreira Carneiro, foi Mestre em estudos africanos pelo Instituto Supetior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa.

Entre 1991 e 1999, desempenhou funções governativas, ocupando sucessivamente, os cargos de vice-ministro do Plano, ministro do Plano, ministro do Comércio, ministro das Finanças e ministro do Planeamento, segundo a nota hoje divulgada.

O antigo governante foi também professor universitário de 2003 a 2007, nas Universidade Católica de Angola e Universidade Lusíada de Luanda, tendo também exercido, de 2007 a 2015, o cargo de diretor-geral do Instituto Superior de Ciências Sociais e Relações Internacionais, em Luanda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui