Início Noticias Educação SINPTENU decreta greve de professores e exige salários de até 1.000.000,00 de...

SINPTENU decreta greve de professores e exige salários de até 1.000.000,00 de Kwanzas

112
0

O Sindicato Nacional de Professores e Trabalhadores do Ensino não Universitário (SINPTENU) começou hoje a segunda fase da greve, que decorre até 26 de Janeiro, para reivindicar actualização dos salários.

Segundo o secretário-geral do SINPTENU Victor Gimbi que, assinou a nota de declaração de greve, que a mesma surge por “não haver boa vontade” do Ministério da Educação na resolução das suas reivindicações, plasmadas num caderno reivindicativo remetido em Fevereiro de 2021.

“A greve é um facto, porque estamos a reivindicar a actualização da tabela salarial. Não se justifica que um professor, seja qual for o seu nível académico, que resulta na categoria em que se encontre, esteja a ganhar 69 mil kwanzas e o máximo da tabela são 300 mil kwanzas afirmou hoje o sindicalista, em declarações à Lusa.

Para agentes da educação, o SINPTENU propõe um salário entre 400.000 kwanzas e 1.000.000 de kwanzas entre o 13.º e o 1.º grau, para o pessoal técnico salários entre 200.000 kwanzas e 300.000 kwanzas e para o pessoal não técnico, nomeadamente operários qualificados de segunda, salários de 120.000 e para auxiliares de limpeza salários de 100.000 kwanzas

A greve foi declarada em Abril passado, a segunda fase foi suspensa em Maio, mas retomada hoje “em todos os estabelecimentos públicos e público-privados” e estende-se até à próxima quarta-feira, 26 de Janeiro.

Para Victor Gimbi, a actual remuneração constitui “uma humilhação para os professores”, por isso, assinalou, a negociação da tabela salarial “é o ponto fulcral” do caderno reivindicativo.

“Apesar de existirem outros pontos como a disponibilização de condições de trabalho, higiene e de segurança, sobretudo em período de pandemia, porque 80% das escolas não dispõem de água para lavagem das mãos”, apontou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui