Início Ensino Superior Polícia faz tiroteios para travar manifestação na Universidade do Cuanza

Polícia faz tiroteios para travar manifestação na Universidade do Cuanza

135
0

Estudantes da Universidade Internacional do Cuanza,no Kuito- Bié exigiram na semana passada o regresso do Reitor Miguel Ramires, exonerado pela promotoria daquela instituição de ensino superior.

Manifestação de estudantes da universidade Internacional do Cuanza
Manifestação de estudantes da universidade Internacional do Cuanza




Ao aperceberem-se na terça-feira dia 25 de Novembro que o Reitor Professor Doutor Miguel Ramires, de nacionalidade Mexicana havia sido exonerado e em sua substituição havia sido indicado o Professor Doutor João Manuel Canoquena de nacionalidade angolana, os estudantes decidiram paralisar as aulas e realizaram uma mega manifestação onde a palavra de ordem era ” Queremos o nosso reitor…”.

A manifestação só terminou com a intervenção da polícia nacional que, foi chamada pela promotoria da universidade e fez tiroteios para intimidar os estudantes que, conforme os vídeos feitos pelos estudantes em nossa posse, não foram suficientes para intimidar os estudantes.




Segundo relatos de estudantes, alguns manifestantes foram retidos por serem os líderes das turmas e, depois de uma reunião com a direcção da universidade, foram coagidos a apagar todas as fotos e vídeos divulgados nas redes sociais e, há relatos de que alguns delegados de turma foram subornados com bolsas de estudo, para influenciarem os outros colegas e falarem a favor da instituição.

Segundo testemunho de alguns alunos que não querem ser indentificados, ficaram revoltados ao se aperceber da substituição do Reitor, devido a forma como o mesmo se relacionava com os alunos e, a forma de resolução de problemas desburocratizada.

Ainda conforme o testemunho dos estudantes, muitos só se inscreveram naquela instituição, por se aperceberem que a mesma é de dimensão internacional e que, o reitor também era um cidadão estrangeiro, pois muitos estudantes abandonaram outras instituições de ensino superior nas províncias do Huambo e Bié, devido a forma que as referidas instituições eram geridas por angolanos,e que tinham esperanças que, na Universidade do Kwanza seria diferente.



Miguel Ramires esteve como reitor da Universidade Internacional do Cuanza durante as primeiras seis semanas do início do ano académico 2021-2022 e, até ao momento não se sabe de concreto os motivos de seus afastamento.

A Universidade Internacional do Cuanza, foi inaugurada pelo Presidente da República João Manuel Gonçalves Lourenço no passado dia de Setembro, na abertura oficial do ano académico que aconteceu na província do Bié.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui