Início Ensino Superior INSTITUTUIÇÕES DE ENSINO SERÃO AVALIADAS

INSTITUTUIÇÕES DE ENSINO SERÃO AVALIADAS

Durante o processo de auto avaliação e avaliação externa das instituições de ensino superior, ″A investigação cientifica será um elemento a considerar... e, conforme alertou o Director nacional para o ensino superior, as instituições que não conseguirem satisfazer os requisitos estabelecidos na lei poderão ser fechadas.

269
0

As universidades e outras instituições de ensino superior de Angola serão avaliadas no próximo ano de 2022. A informação foi avançada pelo Director nacional para o Ensino Superior Emanuel Catumbela, durante o debate livre da TV Zimbo desta semana, que abordou sobre os desafios do ensino superior em angola.

Universidade Católica de Angola - Foto DR
Instituições de Ensino superior serão avaliadas – Foto DR

Segundo Emanuel Catumbela, já existem instrumentos legais publicados e, que dentro dos próximos dias, as instituições receberão os guiãos para a realização da sua auto avaliação e que, no início do próximo ano, o Ministério do Ensino Superior Ciência e Tecnologia fará a avaliação ás IES, tendo como base o Decreto Presidencial 203∕ 18 de 30 de Agosto que, aprova o Regime Jurídico de Avaliação e Acreditação da Qualidade das Instituições de Ensino Superior e, o Decreto Executivo 109∕ 20 de 10 de Março que aprova o Regulamento do Processo de Avaliação Externa e acreditação das Instituições de Ensino Superior.

Durante o processo de auto avaliação e avaliação externa das instituições de ensino superior, ″A investigação cientifica será um elemento a considerar… e, conforme alertou o Director nacional para o ensino superior, as instituições que não conseguirem satisfazer os requisitos estabelecidos na lei poderão ser fechadas.

Segundo estabelecido no Regulamento do Processo de Avaliação Externa e acreditação das IES, no artigo 15, a avaliação externa tem como objetivo verificar e analisar a qualidade do desempenho das IES, bem como dos resultados do seu trabalho em todos os domínios, tendo por referência a sua missão, os padrões de qualidade legalmente estabelecidos e a correspondente escala de desempenho e a pontuação de avaliação e um nível de acreditação.

Conforme o mesmo documento, no processo de avaliação externa, serão indispensáveis a realização de determinadas diligências para assegurar a aferição objectiva do desempenho das IES a avaliar, entre as quais: A analise do relatório de autoavaliação; Realização de visitas ás instalações e demais infraestruturas de funcionamento dos cursos( Edifícios, laboratórios, bibliotecas, salas de aulas e outros espaços pedagógicos.

No processo de avaliação externa serão considerados os seguintes indicadores, conforme o artigo16 do documento que temos vindo a citar:

a) Currículo, correspondência entre o perfil do graduado e o conteúdo curricular;
b) Corpo docente, sendo 50% dos docentes em regime de tempo integral com grau de Doutor para Universidades e Academias e, 50% dos docentes em tempo integral com o grau de Mestre para as outras IES;

c) Investigação científica – Publicações do corpo docente e investigadores em revistas indexadas em bases de dados internacionais nos últimos três anos;

d) Extensão – Intensidade de acções desenvolvidas na comunidade e o impacto académico e social dessas acções;

e) Infra-Estruturas – Equipamentos e instalações adequadas ao ensino, à investigação e à extensão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui