O executivo é o maior aliado na relação entre as universidades e as empresas. A afirmação foi feita pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, durante a cerimónia de abertura do VII fórum da Associação das Instituições de Ensino Superior Privado de Angola (AIESP), que decorreu nos dias 20 e 21 de Maio na Universidade Jean Piaget na capital angolana.

Sob o lema “Do conhecimento para a vida e para o desenvolvimento, tudo aquilo que se aprende academicamente é para pôr ao serviço da sociedade”, o fórum da Associação das Instituições de Ensino Superior Privado de Angola (AIESP), é um evento em que as instituições de ensino superior privado de Angola trocam experiências e apresentam soluções para problemas que são comuns naquelas instituições de ensino superior.

A ministra de Estado disse ser um evento de “extrema importância”, por abordar o tema sobre parcerias entre universidades e empresas, procurando contribuir para uma transformação na academia.

Carolina Cerqueira acrescentou que o fórum traz à discussão uma “questão estruturante”, que é a dinamização das parcerias entre universidades e empresas, sendo este um desafio dentro da aposta no desenvolvimento do país.

A ministra enfatizou o facto de o fortalecimento de parcerias entre as universidades, as instituições de investigação científica e as empresas desenvolver a capacidade de inovação.

Realçou a importância da contribuição das universidades para o desenvolvimento sustentável, “face ao sério compromisso do Executivo angolano com a aceleração do alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável”.

No entender daquela governante, as empresas podem conduzir e reorientar a investigação e desenvolvimento para novas tecnologias e patentes dos seus produtos, ser uma fonte garantida de actualização do conhecimento e de transferência de tecnologia e ter maiores vantagens no recrutamento de graduados.

Carolina Cerqueira lembrou que, na relação entre as universidades e as empresas, o Executivo é o maior aliado, por ter a responsabilidade de criar diplomas legais e incentivos que visam o fortalecimento da relação, que, na sua opinião, “é crucial para o ecossistema de inovação do país, neste mundo cada vez mais competitivo”.

A ministra de Estado para a Área Social disse ser uma certeza que a parceria entre as universidades e as empresas reforça a mobilização de esforços para a redução das “várias formas de pobreza” e o combate às desigualdades, garantindo que “ninguém seja deixado para trás”.

A governante reconheceu que o relacionamento entre a academia e a indústria é um factor de crescimento da economia, uma fonte de novos produtos e novas empresas e, também, de um importante fluxo de conhecimento para empresas já existentes.

“A aproximação entre as universidades e o mundo empresarial tem de trazer para a sociedade resultados que se traduzam na melhor oferta de técnicos superiores para o mercado de trabalho, de acordo com as reais necessidades do país”, acentuou Carolina Cerqueira.

A ministra de Estado para a Área Social afirmou que, quanto mais se aumentar o investimento no ensino superior, “maior retorno teremos no crescimento económico do país”.

Na sua opinião, o crescimento económico do país vai ter maior retorno se, através da investigação científica, as universidades acrescerem valor para as comunidades onde estão inseridas e para as comunidades vizinhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui