Início Sociedade GOVERNO ANGOLANO NÃO IRÁ SUSPENDER VACINAÇÃO

GOVERNO ANGOLANO NÃO IRÁ SUSPENDER VACINAÇÃO

142
0

O Governo angolano descartou, nesta quinta-feira, a possibilidade de suspender, para já, a administração da vacina da AstraZeneca à população.

Angola observa, desde o dia 2 deste mês, um programa de vacinação da população contra a Covid-19, que prevê administrar, numa primeira fase, a dose inicial a 52 por cento da população, um total de 16.823.284 cidadãos maiores de 16 anos.

Conforme a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, não há quaisquer evidências que possam levar à paralisação deste processo, que prevê imunizar 53 por cento dos cidadãos maiores de 16 anos de idade.

A governante, que falava em conferência de imprensa, reafirmou que a vacina é totalmente segura, apesar do surgimento de relatos de alguns países que suspenderem a vacinação.

De acordo com Sílvia Lutucuta, os efeitos colaterais registados em alguns países da Europa deram-se com uma série da vacina diferente daquela o ferida a Angola.

Sílvia Lutucuta avançou que o processo de vacinação vai continuar tal como foi programado pelo Executivo.

A operação está a decorrer no Centro de Vacinação montado no Complexo Turístico Paz Flor.

O posto, com capacidade para vacinar seis mil pessoas por dia, funciona com 48 técnicos.

Numa primeira fase, o país recebeu 624 mil doses da vacinas, num universo de dois milhões e cento e setenta e duas doses, que se prevê distribuir pelas 18 províncias, até ao final de Maio do ano em curso.

Angola já administrou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 a mais de 23 mil cidadãos, entre profissionais da saúde e idosos.

De acordo com o calendário divulgado pelas autoridades sanitárias nacionais, depois da capital do país serão administradas vacinas nas províncias de Benguela e Cabinda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui