Início Internacional Cabo Verde está há três anos sem registo de casos de paludismo

Cabo Verde está há três anos sem registo de casos de paludismo

130
0

Cabo Verde assinala três anos sem registo de casos autóctones de paludismo, e isto representa segundo o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, “um grande ganho”, pois o último registo de caso de paludismo em Cabo Verde foi em 2018, conforme publicado no site do governo caboverdiano no dia 2 de Fevereiro.

Segundo o Ministro, “Desde de 2018 não registamos nenhum caso autóctone de paludismo a nível nacional, isto, graças ao excelente trabalho realizado pela equipa da saúde, quer a nível da Delegacia, quer a nível central com o envolvimento também da CCS-Sida, mas também de vários parceiros, a população e ainda agentes de luta anti-vetorial que, no dia-a-dia, tem atuado com muito profissionalismo para mantermos a segurança sanitária do país”.

Conforme avançou o Ministro,
trabalhos junto da Organização Mundial da Saúde já estão a ser feitos, para a certificação de Cabo Verde como um país livre de transmissão de paludismo, já que contabiliza três anos sem registo de nenhum caso de transmissão autóctone de paludismo. Para além disso, sublinhou dizendo que Cabo Verde é reconhecido internacionalmente pelo trabalho que tem feito em relação, não só ao paludismo, mas a todas as doenças de transmissão vetorial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui