Por: Germano Lírio Pinto

Imagem DG

Foi com alegria que tomei conhecimento deste processo, pese embora sem a satisfação total pelo número reduzido de vagas disponíveis neste concurso face a actual realidade económico-social. Abaixo apresento minha pequena análise:

Há quase um ano tenho partilhado saberes em torno da cadeira de higiene e saúde escolar numa das instituições de ensino médio técnico da nossa capital. Nas discussões com meus companheiros (estudantes) tenho afirmado constantemente que a cadeira de higiene e saúde escolar tem como seu objecto de estudo o bem-estar de todos intervenientes na escola.

Preocupar-se com a higiene da escola é agir de forma preventiva, ou seja, evitar riscos, perigos e acidentes no seio da escola. A higiene escolar quanto a aplicação afincada resultará em três aspectos relevantes:

(i) Organização na escola
(ii) Segurança na escola
(iii) Saúde na escola

A falta de higiene na escola afecta o ambiente escolar, pelo que, o processo de ensino-aprendizagem quiçá docente educativo é beliscado. Nenhum encarregado de educação assegura-se deixando seu educando numa instituição que não vela pela higiene; nenhuma direcção de escola atinge a boa administração escolar sem olhar para higiene; nenhum professor/­docente realiza com êxito suas actividades didáctico-pedagógico num ambiente escolar desfavorável quanto a higiene; por fim, nenhum estudantes/alunos desfruta melhor do seu ambiente escolar, quando este é desprovido de condições sanitárias.

Temos conceituado higiene escolar como toda acção que visa promover e fomentar a saúde dos escolares e dos trabalhadores do centro de ensino e dos materiais que se empregam, assim como a planificação das actividades docentes.

É meu entendimento que a covid-19 elevou a reflexão quanto ao olhar pelo ambiente escolar. Sugiro aos ilustres professores/­docentes elevarem seus alunos/estudantes a praticarem diariamente a higiene mental, de modo a conseguirem um adequado equilíbrio mental e melhor adaptação social.

Contudo, decisão acertada tomou o MED.

P.S

A disciplina de higiene e saúde escolar é mais uma que junta-se a tantas outras para o enriquecimento dos saberes dos estudantes, elevando a dimensão crítica e criadora para favorecer o ambiente em que está inserido na sua socialização.
Risco: Possibilidade de ocorrer um acidente.
Perigo: Situações que podem causar danos, lesões ou morte.
Acidente: acontecimento que periga a saúde humana.

Germano António Pinto -Licenciado em Psicologia ramo educacional
Mestrando em Psicologia do Trabalho e das Organizações
– Membro das Ordem dos Psicólogos de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui