Início Sociedade Covid-19- Angola notifica 136 casos e óbitos e

Covid-19- Angola notifica 136 casos e óbitos e

140
0
Secretario de Estado para a Saúde Pública e intérprete gestual
Secretario de Estado para a Saúde Pública Franco Mufinda

As autoridades sanitárias registaram três óbitos, 136 novas infecções e 119 pacientes recuperados da COVID-19 nas últimas 24 horas.

Secretario de Estado para a Saúde Pública e intérprete gestual
Secretario de Estado para a Saúde Pública Franco Mufinda

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, no ponto informativo sobre a pandemia no país, esta sexta-feira, 11 de Dezembro, informou que as vítimas mortais são cidadãos nacionais, duas com residência na província de Luanda e uma no Zaire, sendo duas do sexo feminino e uma do sexo masculino, com idades entre 73 e 78 anos.

Relativamente aos infectados, 44 foram diagnosticados na província do Cuanza Norte, 25 no Zaire, 19 em Cabinda, três na Luanda Sul, dois em Benguela, um na Huíla, Malenje e Lunda Norte, e 39 em Luanda, nas localidades Belas, Cazenga, Cacuaco, Icole e Bengo, Ingombota, Quiçama, Rangel e Kilamba Kiaxi. Com idades entre dois e 73 anos, 83 são do sexo masculino e 53 do sexo feminino.

No grupo dos pacientes recuperados, na faixa etária de um a 73 anos, 61 estão no Cuando Cubango, 22 na Huíla, 19 em Luanda, oito no Cunene, seis no Moxico e três no Huambo.

Com estes dados, o país passa a ter um total de 16.061 casos positivos, dos quais 365 óbitos, 8.798 recuperados e 6.898 activos. Dos activos, sete estão críticos, 78 moderados, 139 leves e 6.667 assintomáticos.

Em todo o país, os centros de tratamento da COVID-19 estão a acompanhar 232 pacientes, mais dois em comparação ao dia anterior.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios processaram 3.589 amostras e deste conjunto 136 foram positivas, equivalente a uma taxa diária de positividade de 3.8 por cento. O país já processou, até à data, 265.482 amostras, sendo 16.061 positivas, correspondente a uma taxa de positividade acumulada de 6.1 por cento.

Nos centros de quarentena institucional estão 221 pessoas e nas últimas 24 horas saíram 37, das quais 29 no Cuando Cubango, sete na Huíla e uma no Moxico. Há ainda 4.325 contactos directos e ocasionais dos casos positivos sob vigilância epidemiológica.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 62 chamadas relacionadas à pedidos de informação sobre a COVID-19.

A equipa de saúde mental e de intervenção psico-social assistiu quatro profissionais de saúde, 197 famílias e 47 pessoas tiveram assistência pelas linhas de apoio psicológico 145 e 146.

O secretário de Estado para Saúde Pública informou que os camionistas e seus ajudantes, transportadores de bens e serviços essenciais para a quadra festiva, como alimentos, bebidas, combustível, produtos decorativos, brinquedos, entre outros específicos para a época, começam a ser testados, gratuitamente, este sábado, 12 de Dezembro, nos principais pontos de entrada e saída da província de Luanda. Os locais de testagem são Maria Teresa, Cabo Ledo e Panquila.

Os restantes camionistas e a população vão continuar a comparticipar para a realização dos testes.

Franco Mufinda também deu a conhecer que a partir de segunda-feira, 14 de Dezembro, entrarão em funcionamento três pontos de testagem em Luanda, nomeadamente o Centro Laboratorial de Diagnóstico de Viana, localizado na Zona Económica Especial (ZEE), a Base de Logística da Transful, na Via Expressa- sentido Benfica/Cacuaco, e a Base Logística da LTI, no Sequele, município de Cacuaco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui