Um novo estudo vi no portal The Lancet diz que alguns infectados com Covid-19 podem transmitir o vírus durante 20 dias. Ainda assim, a investigação indica que as pessoas com o novo coronavírus são mais infecciosas cerca de dois dias antes do início dos sintomas e durante os cinco dias seguintes.

Alguns infectados que estão extremamente doentes ou têm um sistema imunológico muito fraco podem “disseminar” o coronavírus durante 20 dias, indica esta nova investigação. Em casos ligeiros, alguns doentes podem tardar apenas uma semana a eliminar o vírus, pode ainda ler-se.

A acumulação de estudos e os seus resultados variados representam um dilema para as autoridades de saúde, que recebem informações contraditórias sobre o período adequado de isolamento.

Em Portugal, a Direcção-Geral da Saúde actualizou em Outubro a norma sobre a “Abordagem do Doente com Suspeita ou Infecção por SARS-CoV-2”, passando a recomendar que um caso ligeiro ou mesmo um assintomático vão poder passar a fazer um isolamento de dez dias, em vez dos 14 que estavam em vigor até então.

Isto desde que o doente não tenha estado a tomar medicamentos para a febre e apresente uma evolução positiva dos sintomas nos três dias que antecedem ao fim do isolamento. “Para os doentes com Covid-19 assintomática, isto é, pessoas sem qualquer manifestação clínica de doença, à data do diagnóstico laboratorial e até ao final do seguimento clínico, o fim das medidas de isolamento é determinado 10 dias após a realização do teste laboratorial que estabeleceu o diagnóstico de Covid-19”, aponta a norma da DGS.

A excepção são os doentes imunodeprimidos, que farão, tal como os doentes graves, 20 dias de isolamento, desde o início dos primeiros sintomas. Nas situações acima descritas, o período de isolamento termina sem a necessidade de realização de um teste de rastreio negativo.

Este procedimento é exigido apenas aos profissionais de saúde e prestadores de cuidados, a doentes vulneráveis, a utentes de lares ou em internamento hospitalar, refere a orientação da DGS. Em Espanha, é recomendado que as pessoas infectadas se isolem por um período mínimo de 10 dias, a partir do início da doença.

Nos Estados Unidos, o período é o mesmo e as autoridades sanitárias estão a considerar encurtá-lo e poderão anunciar novas directrizes ao longo desta semana. Em Setembro, a França reduziu o seu período de isolamento de 14 para sete dias, enquanto a Alemanha está a considerar encurtá-lo para cinco dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui