Início Artigos COMO SALVAR O ANO LECTIVO 2020 DIANTE DA PANDEMIA DO COVID -19?

COMO SALVAR O ANO LECTIVO 2020 DIANTE DA PANDEMIA DO COVID -19?

106
0

POR: Gouveia Fortes.

Tendo em conta a Pandemia COVID -19, que assola o mundo, há necessidade de adaptar o nosso ensino a essa realidade.
As constantes incertezas sobre o fim da pandemia, leva-me a refletir sobre o possível desfecho do presente ano lectivo.
Na qualidade de professor, para salvar o ano lectivo em curso, sugiro as seguintes melhorias:

NO DOMÍNIO DO ENSINO PRIMÁRIO:
– Continuar com as aulas televisivas;
-Aumentar o tempo de antena.
– Melhorar os conteúdos;
-Orientar mais trabalhos para casa.

NO DOMÍNIO DO I, II CÍCLO DO ENSINO SECUNDÁRIO:
Tendo em conta a realidade dos nossos estudantes, no cíclo em questão, para alcançar o maior número possível de estudantes a nível nacional, sugiro:
– Que se crie condições de transmissão de aulas do I e II cíclo nas estações radiofônicas nacionais;
– Que as instituições de ensino particular que tiverem condições, possam ter a liberdade de criar as suas plataformas digitais para dar continuidade às aulas, com o devido acompanhamento do Ministério de tutela;

Para garantir a eficácia dos objetivos preconizados nos dois níveis de ensino mencionados, pede-se maior acompanhamento dos pais.

NO DOMÍNIO DO ENSINO SUPERIOR:
Às IES, quer sejam públicas ou privadas, com apoio institucional do Ministério de tutela, sugiro:
-criação de plataformas digitais grátis, onde os professores, poderão depositar os conteúdos e interagir com os estudantes;
– O acompanhamento dessas plataformas deverá ser feita pelos Decano para a área Acadêmica de cada IE.
– Que as aulas possam obedecer os horários normais.
– Que os professores orientem trabalhos constantes;
– Que as avaliações sejam feitas através do controlo das presenças, das intervenções dos estudantes, do envio dos trabalhos dados, etc.

Quanto ao pagamento ou não de propinas, seria bom que os Ministérios de tutela se pronunciassem, e que na sua decisão levassem em conta que parte da população depende do quotidiano para sobreviver e, este isolamento social, deixa as famílias mais vulneráveis. As medidas de financiamento das empresas de formas que estas possam cumprir com o seu dever de pagar os salários dos funcionários, Devem ser mais céleres, claras e menos burocráticas possíveis.

“FIQUE EM CASA”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui