Para todos os amantes pela leitura, é bem fácil saber qual é o nosso melhor amigo. É rectangular, tem folhas, cabe numa bolsa de mulher e todos já tivemos contacto com ele de uma forma ou de outra.

O melhor amigo e fiel companheiro de todo leitor é obviamente ‘O LIVRO’.

Desde uma aventura ou suspense numa tarde de chuva até um romance ligeiro num dia de calor intenso.

Para muitos de nós é mais fácil lidar com livros do que com pessoas.
Para você que não lê (muito), alguma vez já se perguntou por que é que alguns livros tem papel amarelo e outros papel branco? Ou como se chama a parte do livro que só contém o título do livro e o nome da editora? Ou ainda pra que é que servem as famosas ‘abas ou orelhas’ do livro?!

Então esse artigo é pra si. Comecemos do mais básico.

Saiba que cada parte do livro tem um nome, assim como existem diferentes tipos de papéis que podem ser usados na sua impressão. Como qualquer ciência, existem termos complicados e na maioria das vezes na língua inglesa, reunimos informações gerais e bem básicas pra você que está interessado nas respostas às questões a cima mas sem grandes linguagens técnicas. Confira a seguir.

O livro está dividido em duas partes: A Parte Externa que dita a condição editorial e gráfica do livro e A Parte Interna que nos fala sobre o seu conteúdo.

A parte externa está composta pela: sobrecapa, capa, contracapa, orelhas; abas ou ainda asas e a lombada ou também o dorso. Vamos agora conhecer cada uma delas.

Já se perguntou por que é que alguns livros têm uma primeira capa , e já reparou que a mesma é móvil podendo ser tirada e colada quando lhe apetecer e ainda ser ou não igual a capa do livro?

Pois, está é a SOBRECAPA, ela é colocada apenas em edições especiais pois é um item que encarece a edição do livro.

Depois desta vem a CAPA, é nela que vem o título do livro, o nome do autor na parte central. Pode ser de papel, couro ou o mais frente de cartolina e ela é o rosto do livro.

A parte de trás desta e sua irmã paralela é a CONTRACAPA, também chamada de quarta capa. Ela é a parte ‘traseira do livro’. Nela contém a sinopse do livro, informação sobre o autor ou trechos do livro, bem como opiniões de outros autores ou jornais e o ISBN do livro.

A extensão da capa e da contracapa que é dobrada sobre si mesma e pequena, mas no entanto, considerada por muitos a parte mais lida do livro chama-se ‘Orelha ou aba’.
Ela deve conter dados interessantes do livro afim se chamar a atenção do leitor. Muitos creem que ela pode ser usada como marcador de pagina. ERRADO! por favor não o faça.
Pra isso existe o MARCADOR ou SEPARADOR, um elemento retangular, pequeno, que cabe dentro do livro e possui as artes do mesmo. Ele serve como um lembrete da página aonde você ficou quando interrompeu a sua leitura.

LOMBADA ou também DORSO
Está é a parte do livro aonde é colado ou costurado o miolo do livro. Ela contém o título do livro, o nome do autor e o símbolo editora.

PARTES INTERNAS

Miolo é toda parte de dentro do livro composto por todas as páginas que integram o mesmo. E o tamanho de letra usado na edição chama se Corpo do livro.

A primeira folha do livro depois da capa que vem em branco e a sua irmã gêmea com as mesmas características antes da contracapa chamam se, respectivamente Folha de guarda e página de guarda.

A falsa folha de rosto precede a folha de rosto e apenas leva o título do livro, atenção, ela é opcional… então não estranhe se não a ver em todos os livros.
A seguir a está vem finalmente a Folha de rosto. Ela tem esse nome pois é o rosto editorial do livro. Embora na parte de frente ela seja igual a falsa filha de rosto na parte de trás desta folha vem O verso da folha de rosto
Nele contém dados da edição do livro tais como: nome e pseudónimo do autor, nome da editora, endereço da editora, número de tiragem, ano de tiragem, o copyright, o conteúdo do livro, tipo de outra e outras informações pertinentes a interessados. Dizem que normalmente as pessoas só lêem o verso da folha de rosto depois de achar o livro interessante.

O que nos leva ao Copyright
Uma palavra inglesa que quer dizer direitos de cópia. Ele é isso mesmo, o copyright nos diz a quem pertence os direitos autorias ou de impressão do livro e o respectivo ano da sua aquisição.

Depois disto tudo vem páginas como epígrafe, dedicatória, e prefácio que são totalmente opcionais.
O Prefácio é um documento pertinente, nele contém informações ou opiniões de outros autores renitentes ao tema do livro ou ao autor da obra. Ele também pode ser escrito pelo próprio autor como uma nota de esclarecimento ou justificativa pelo tema do livro. Ele é considerado um documento de ‘embelezamento’ e honra pra o autor.

O seu irmão de outra fase é o Posfácio que vai depois do livro, ele pode ser informativo ou de esclarecimento mas os romancistas o usam como uma forma de dar um fim curso ao livro depois dele estar acabado.

Na última página do miolo no seu verso está o colofão que pode chamar se ‘irmão do verso da folha de rosto’ nele se encontra dados específicos sobre o impressor da obra: como localização, endereço, data da impressão, tipo de papel e gramatura usados, corpo entre outros elementos.

Existem muitos tipos de papéis usados pra impressão de livros, mas os mais usados são basicamente dois:
O Offset, aquele papel branco simples. E o papel pólen o favorito dos leitores, é o papel amarelo, de aspecto sujo e que é mais confortável pra o leitor.

Por último a Tiragem é o número d exemplares impressos em uma publicação. Que quando é em grande escala se pode chamar também de OffSet.

Até aqui o nosso artigo, esperemos que lhe tenha sido util.
Até o próximo artigo com mais curiosidades.

Ercidia Correia
Autora da Saga ‘Império’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui